terça-feira, 23 de setembro de 2008

A melhor hora

Às vezes fico pensando: existe a melhor hora pra expressar um sentimento? Pra dizer a alguém que você a ama muito ou que, pelo menos, sente um afeto enorme? Dizer o que você sente pode ser cruel, traiçoeiro...Mas se sentes, por que não falar? Por que não tens certeza se sentes isso mesmo?
Estranho...

Esconder os sentimentos até quando? Quando é a melhor hora? Existe de fato isso?
Não existe melhor hora pra sonhar nem pra ouvir uma boa música, ler um bom livro ou assistir àquele filme predileto.
Acontece que a mente respira a cada momento...os sentimentos se alternam.As pessoas entram e saem da sua vida, quase que de forma imperceptível.Os filmes continuam lá...Nos cinemas, nas videolocadoras, nas redes de televisão.As músicas continuam lá também.No computador, nos cds, nos ipods, nos vinis...Os livros também, em todo lugar...
O que muda?
Os sentimentos em relação as coisas?Ou as coisas em relação aos sentimentos?

2 comentários:

Brunella disse...

A melhor hora é, exatamente, quando seu cérebro transforma sentimento em palavra, e o sentir se torna concreto para você. É o impulso. É o agora.


Fico feliz de ver seu blog atualizado, Meu Bem.
Sucesso. Você merece ;)

Mil beijos

jonas-16 disse...

Mudamos nós em relação a nós mesmos. Por mais que teorizemos a hora, e digamos: não deixe para a mnahã o quanto ama alguém, faça-o saber hoje mesmo...

Não conseguimos, porque o tempo é indizível.