segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Insônia Musical

Fui dormir. Tentei dormir. Abri bem a janela, a cortina...Queria que o Sol tocasse meu rosto e me despertasse já no seu despertar. A janela permaneceu aberta, a cortina também, mas não consegui dormir. Extraí meus sisos na sexta e não dói. Não doeu...Tá bom, tá bom...Na primeira hora até doeu um pouco.

Já que eu não conseguia dormir, coloquei um CD dos Beatles pra ouvir: 'Help!'. Escutei algumas músicas, mas logo desisti. Não estou me sentindo 'beatles' hoje. Hoje tô mais pra Chico Buarque. O título diz 'Insônia Musical', mas haveria um sentido maior se fosse 'Insônia Buarquiana', mas deixa pra lá...
Chico Buarque canta mal? Ora, quem canta mal sou eu!
Como podem dizer que uma pessoa que expressa perfeitamente o que a letra representa canta mal? O Chico canta e eu escuto...
Canta: 'Eu faço samba e amor até mais tarde e tenho muito sono de manhã...Escuto a correria da cidade que arde e apressa o dia de amanhã...'

A madrugada tem todo o seu charme, tem toda a sua malemolência...Vou até à varanda e a cidade está em silêncio: 05:43 da manhã.
É possível ver o reflexo das luzes do Sol na janela...A janela agradece, o Rio agradece.
Amanhã, provavelmente, começa tudo. Ou recomeça. A maioria das escolas e universidades voltam às aulas amanhã. Tudo foi adiado por conta da tal gripe suína, H1N1, tanto faz...Todo mundo já ouviu falar dessa 'nova gripe'.

A mente é um turbilhão. Esperança, vontade, força de vontade...Tudo embalado pela mais bela trilha sonora do Chico Buarque.
Queria morar nas madrugadas, viver nas madrugadas. Ser completamente livre, pelo menos nas madrugadas, e aproveitar o resto do dia pra buscá-la cada vez mais pra perto de mim.

Assumo as responsabilidades, as minhas responsabilidades. Mudar a mim mesmo, porque sei que não posso mudar o outro. Tomo tudo que é meu pra mim.
Tomo tudo de uma vez, mesmo que seja ácido demais, amargo demais, doce demais...Ou na medida certa. Aproveitar tudo que me é dado em relação ao que me faz bem e encarar de frente todas as 'dificuldades' que apareçam...Tudo o que pode parecer difícil. Nada é impossível. Só é impossível quando acaba. E não acaba nunca...

'Já é madrugada...Acorda, acorda, acorda...' - Joana Francesa ( Chico Buarque)

2 comentários:

Karine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karine disse...

"...eu faço samba e amor até mais tarde e tenho muito sono de manhã..."